Categorias
Entretenimento notícias centro histórico poa Porto Alegre

Um Passeio diferente pelo Centro Histórico



Um Passeio diferente pelo Centro HistóricoPassear no Centro Histórico pode lhe surpreender quando você sai um pouco da zona de conforto e conhece novos lugares. Quem sabe fazer coisas diferentes? Esperamos que este artigo possa trazer informações legais de um passeio agradável.

Um Passeio diferente pelo Centro Histórico:

Mais do que uma área somente comercial, o Centro Histórico, além da Avenida Borges de Medeiros, tem uma extensa área residencial, com gente passeando com seus cachorros, crianças brincando nas pracinhas, mercadinhos, supermercados e muita atividade cultural, coisa que não se encontra nos outros bairros em abundância. Isto sem mencionar a Orla Moacyr Scliar, que após a reformulação entregue a partir de 2019, se tornou uma importante área turística da cidade, trazendo um pouco mais de atividade para a calmaria do bairro.

Na área cultural, partindo do Mercado Público, você precisa conhecer diversos espaços expositivos de arte, a começar pelo Paço Municipal, ou a Prefeitura “Velha”: em seus porões e também no andar térreo, pouca gente sabe, sempre se encontra incríveis exposições de arte, como por exemplo a de trabalhos do Barão de Santo Ângelo (importante pintor, desenhista, cenógrafo, poeta e arquiteto que viveu há mais de 100 anos na cidade), em cartaz à época deste artigo (fevereiro/2020), assim como nos porões da mesma, que se transformam periodicamente numa imensa galeria de arte, com um ar de mistério e história singulares.

Um Passeio diferente pelo Centro HistóricoSeguindo adiante, você tem mais dois espaços importantes: O Memorial dos Correios e o MARGS (Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli), que são espaços públicos e com entrada franca, nos quais você vislumbra de arte contemporânea e também de um acervo incrível, com obras de Di Cavalcanti, Pedro Weingärtner, Francisco Stockinger e Antônio Caringi.

Um Passeio diferente pelo Centro HistóricoMais adiante, seguindo pela Rua da Praia, você encontra a famigerada Casa de Cultura Mário Quintana, que abriga o MACRS (Museu de Arte Contemporânea), além das galerias Xico Stockinger e Sotero Cosme. Isto sem falar no Jardim Lutzemberger, um lugar aconchegante para passar horas lendo um livro na mais absoluta tranquilidade. É legal pegar algumas informações anteriormente ao seu passeio, pois estes centros culturais sempre tem oficinas, seminários, exposições e muitas atividades culturais, geralmente gratuitas ou muito acessíveis.

Antes de chegar na Orla, você vai encontrar também pelo caminho a Galeria Pernínsula, que é palco constante de performances artísticas, assim como exposições de arte contemporânea, além do Museu do Trabalho, no qual ocorrem exposições individuais e coletivas, geralmente de artistas da cidade, além da já tradicional Feira Gráfica e das oficinas de gravura, que acontecem no importante núcleo desta forma de arte, que tem tradição e formação consistente no espaço.

Passando por uma reformulação completa, a Usina do Gasômetro será entregue à cidade somente em 2021, com um investimento de mais de 10 milhões, terá 100% de seus espaços acessíveis a pessoas com deficiência, além de manter o teatro e o cinema que já existiam no local antes das novas intervenções. Mas em breve também será uma parada relevante neste passeio.

Um Passeio diferente pelo Centro HistóricoVocê pode finalizar seu passeio na orla assistindo ao famoso pôr-do-sol da cidade, mas se estiver calor, prepare-se para procurar abrigo num dos restaurantes existentes na área, tais como o Sheik Burger, Bar do Espartano ou Amberê Drinkeria. Com estilos diversos, o primeiro é mais popular, oferecendo lanches com inspiração árabe, enquanto o Espartano tem um clima praiano e a Amberê tem afinidade com o público do eletrônico, sediando DJs às quintas-feiras à noite, com destaque para seus drink’s autorais.

Aproveite para prolongar seu passeio alugando uma das bicicletas oferecidas em parceria da Prefeitura com o Banco Itaú, baixando o app para smartphone. O valor para utilizar por um mês é bem acessível, cerca de vinte reais.

E se quiser se estender até a noite, a orla da cidade atualmente costuma ser um local mais seguro, com intenso público até altas horas e o patrulhamento da Guarda Municipal. Redefina sua visão sobre o Centro e faça um novo passeio agregando novos olhares. Você vai curtir! Comente suas experiências aqui mesmo na página, na área dos comentários o que é “Um Passeio diferente pelo Centro Histórico” para você!

*imagens do artigo: montagem do site com base nas imagens e fotos do: Banco de imagens Prefeitura de POA, agência RBS e MARGS Divulgação. Texto Original: "Um Passeio diferente pelo Centro Histórico"

Outras matérias deste site nesta ligação. Veja também mais conteúdo sobre o centro histórico aqui.